Solicite um
Orçamento
Seja um
lojista

Um quarto, dois estilos

POR: Rose Campos

#Categoria / /

Móveis planejados Notícias
Banner Blog

Um quarto, dois estilos

Compartilhar

Tempo de leitura: 2 a 3 minutos

Unir o romântico ao moderno, o prático ao elaborado e o divertido ao sóbrio. Estes são apenas alguns exemplos do quanto um casal pode ter gostos variados, contrastantes e, ainda assim, a diversidade resultar em um casamento perfeito.

Transpor esta fusão de estilos para a criação de ambientes aconchegantes e harmoniosos é tarefa para decoradores, arquitetos e designers de interiores. Mas com um pouco de bom senso, flexibilidade para aceitar a opinião do outro e seguindo algumas regrinhas elementares, você também tem tudo para propor misturas bem equilibradas e aproveitar ao máximo o novo espaço.

Para começar, uns dos primeiros passos para compor um mix bem sucedido de estilos é escolher uma base neutra, que deve eleger uma cor ou cores predominantes. A diversidade no uso dos materiais, com diferentes texturas, e até a opção por linhas retas e modernas para os móveis ajudam a compor esta base, que deve sempre combinar com os itens de acabamento, como piso e cor de paredes.

Se esta primeira composição for bem resolvida, você fica mais à vontade para “brincar” com o restante do décor. Assim, pode optar por detalhes que transmitam a personalidade de cada morador, criando uma identidade única para o cantinho de cada um, sem roubar a cena do outro.

Aliás, esta complementação de estilos não apenas dá muito certo como se pode dizer que é uma das tendências mais atuais no design de interiores.

Confira algumas dicas para se sair bem nessas composições que mesclam diferentes estilos:

  1. Pesquise antes

Se você gosta de determinado estilo ou peça de design, que tal escolher suas preferidas, fotografar e simular o resultado final ao lado dos móveis principais antes de realmente adquirir a peça desejada? Se necessário, peça opiniões. Assim fica mais difícil de errar.

  1. Pontos de cor

Outra dica é partir de uma cor como base e juntar a ela apenas um detalhe mais colorido e chamativo no estilo complementar. Você pode optar por um tom contrastante (como o amarelo vivo, por exemplo, em contraponto com o azul), ou então buscar a harmonia numa mesma família de cores (compondo o laranja com tons de marrom ou amadeirados, por exemplo).

  1. A “tela em branco” pode ter várias cores

Quando se fala em construir uma base neutra para compor a decoração, isto não significa se limitar aos brancos e beges. Usando o bom senso, é possível dosar matizes que podem ir do verde claro ao azul marinho, do caramelo ao cinza metalizado, podendo até mesmo incluir padrões estampados como as listras e os grafismos mais discretos ou clássicos como ponto de partida do seu décor.

  1. Opte por poucos detalhes, mas de personalidade

Muitas vezes, o que faz o sucesso do mix de estilos, é a velha regra do “menos é mais”. Para marcar o gosto de cada um sem carregar o ambiente, opte por dar mais espaço ao que for mais clássico ou neutro e deixe as formas mais rebuscadas ou marcantes para um único móvel ou objeto. Fica mais elegante e o impacto visual aumenta.

 

 

Posts Relacionados